Por: Stéphanie Boccomino

Se você foi à praia este verão, provavelmente já viu alguém fazendo ou você própria já se arriscou no esporte. O stand up paddle (SUP), conhecido por ser “aquele-esporte-meio-estranho-de-remar-de-pé-em-cima-de-uma-prancha”, está se popularizando cada vez mais no Brasil entre atletas e comuns mortais.

Stand up paddle significa literalmente “remar em pé”. Praticado com uma prancha maior do que a de surf (longboard) e com o auxílio de um remo, a modalidade pode ser experimentada por qualquer pessoa, de qualquer idade, desde que tenha alguma capacidade de equilíbrio. E folga financeira para comprar o equipamento, que não custa menos de R$ 3,500.

Foi o famoso surfista norte-americano Laird Hamilton quem espalhou pelo mundo esta modalidade milenar, chegando mesmo a cruzar o Canal da Mancha usando sua prancha stand up.

Aqui no Brasil a moda pegou, está pintando nas nossas costas e até já temos entre nós uma recordista da modalidade. Em 2012, a paulistanaRoberta Borsari pegando onda de caiaque Roberta Borsari foi a primeira atleta a realizar a travessia de SUP em mar aberto de 40 quilômetros desde a Barra do Sahy até Alcatrazes, no litoral norte de São Paulo. A proeza levou sete horas para completar e teve o aval do Ministério do Ambiente, que protege a área por ser a reserva ecológica com o segundo maior ninhal de aves marinhas do Brasil.

Logo que aderiu ao stand up paddle, Roberta pensou nas travessias que realizaria como uma forma de interagir com a natureza, além de conhecer o cotidiano, as histórias e curiosidades das comunidades locais que iria visitar no litoral de São Paulo. Foi com esse intuito que ela criou o projeto “SUPtravessias das ilhas” resultado dessa nova paixão, que alia o esporte à descoberta de destinos de viagem no litoral brasileiro.

Foi durante uma viagem no Havaí, em 2010, que ela conheceu o SUP e passou a praticá-lo junto ao esporte a qual já se dedica há 15 anos, o caiaque surfe, ou seja, surfe num caiaque. A craque da remada também nessa modalidade é uma vencedora: além das medalhas que já recebeu, em 2009, foi a primeira mulher no mundo a surfar de caiaque as ondas fortes das ilhas Galápagos, no Equador, num percurso que durou sete horas. Em 2011, realizou uma travessia de 15 quilômetros em mar aberto da Barra do Sahy até a ilha Montão do Trigo, no litoral norte de São Paulo.

Roberta Borsari praticando stand up paddleEm entrevista para o blog Adventure Zone, Roberta contou que teve o privilégio de encontrar mais de trinta golfinhos durante o percurso, uma experiência que achou ser incrível. Foram duas horas de remada para que alcançasse a ilha e mais uma hora de caminhada para chegar até o mirante onde moram os locais, uma meta que ela traçou para si mesma.

Essas proezas fez com que a atleta fosse reconhecida pela revista “Go Outside”, especialista em esportes de aventura, ganhando o prêmio de destaque do ano para a modalidade. Ela está no topo dos 10 melhores atletas de caiaque surfe da América Latina.

Mas tudo isto não foi conseguido sem esforço. Sua preparação física é feita em águas planas, realizando treinos de remada, tanto em caiaque quanto em stand up paddle, treinos de velocidade, exercícios funcionais, corrida e musculação, para ter condicionamento físico apropriado às longas horas de travessias. Roberta conta também com o acompanhamento de uma nutricionista.

Você quer praticar stand up paddle? Saiba como e os seus benefícios.

Fotos: Mulher praticando stand up paddle (primeira imagem). Roberta Borsari pegando onde de caiaque  (segunda foto, à direita), Roberta Borsari praticando stand up paddle (última foto à esquerda).

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.