Fotos e Texto: Carolina Campos

A viagem de avião que leva até o arquipélago de Fernando de Noronha pode ser das mais memoráveis de sempre. Saindo de Recife ou Natal, as únicas cidades de onde partem voos diretos, após algumas horinhas surge no meio do oceano Atlântico a joia dos mares brasileiros, exibindo sua beleza exuberante. Essa visão causa um estado de frenesi a todos que chegam na ilha, efeito conhecido localmente como "euforonha".

O arquipélago pernambucano é formado por 21 ilhas e ilhotas vulcânicas, sendo a do mesmo nome, Fernando de Noronha, a maior delas, com apenas 17 quilômetros quadrados. Tem uma das menores BR do Brasil, com apenas seis quilômetros de via.

Por estar protegida por grandes rochas, falésias e recifes e também pela sua distância da costa do Brasil continental (está a 545 quilômetros de Recife e 360 de Natal), o lar é perfeito para tartarugas marinhas, golfinhos, tubarões, raias, corais e diversos tipos de peixes. Suas águas quentes e transparentes em degradê de azul a verde e fauna marinha diversa e extensa deram à ilha o estatuto de Patrimônio Mundial da Humanidade, tombada pela Unesco em 2001.

Noronha tem serviços turísticos desenvolvidos, onde  a defesa da natureza prevalece. Há um limite de 200 visitantes por dia, que devem pagar uma taxa de proteção ambiental (TPA) no valor de R$ 46 por dia. A maior parte dos visitantes fica entre três e sete dias no arquipélago. Às que querem conhecer as áreas que pertencem ao Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha, que compreende as praias mais preservadas, são cobradas um ingresso de R$ 65.

Ao planejar sua viagem, saiba que de setembro a fevereiro faz um calor seco e de março a agosto chove bastante. O mar também muda de acordo com a época do ano. Entre novembro a abril é a época ideal para os surfistas, pois as ondas podem chegar até cinco metros de altura. Já de maio a setembro, o mar fica bem calmo, ótimo para mergulhadores. Em qualquer caso, leve tênis para as trilhas e se prepare para dirigir um buggy, o veículo mais usado por lá e que pode ser alugado.

Preparamos 10 dicas do que fazer neste paraíso brasileiro, para você não desperdiçar nem um minutinho e voltar feliz por ter visto cenários de tirar o fôlego e vivido momentos de perder palavras.

 

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.