Por: Eliane Anjos


Praias praticamente desertas, nem sinal de carros, motos, caminhões ou asfalto. Barulho? Só a buzina do barco e o vai e vem das ondas. De noite, um friozinho suave mesmo no alto verão. Esse é o cenário da Ilha do Mel. A 130 quilômetros de Curitiba, Paraná, é um daqueles lugares para quem gosta de curtir a natureza, caminhar, andar de bike e ver golfinhos. Os amantes dos esportes radicais também têm vez nesse paraíso do litoral sul do Brasil, onde se pratica surf e kitesurf.

A ilha tem 25 quilômetros de praias e cerca de 80% dos seus dois mil e setecentos hectares de território são dedicados à reserva ecológica e ao parque estadual. O restante é dividido em cinco povoados: Fortaleza, Nova Brasília ou Brasília, Farol, Praia Grande e Encantadas. Os barcos que ligam a ilha ao continente atracam em dois trapiches: na praia de Encantadas e na de Nova Brasília.  

Mais lidas:
Dança nos aviões e aeroportos: vídeos malucos
Aluguel de carro em 3 passos
Tratamentos de beleza bizarros

Para quem gosta de um agito, com música ao vivo à noitinha, na beira da praia, Encantadas é o point. Quem fica nessa parte da ilha pode conhecer também a Gruta das Encantadas, uma formação rochosa com uma reentrância de pouco mais de 3 metros de cumprimento. Na entrada da gruta, há uma pedra onde diz a lenda ser o local onde sereias cantavam ao nascer e pôr do sol, fazendo os marinheiros adormecerem, até que um índio ou marinheiro, não se sabe ao certo, teria se apaixonado por uma delas e ido com a jovem e as demais para o fundo do mar. Eles nunca mais retornaram. Para chegar lá, é só seguir umaGruta Encantada trilha logo na saída do trapiche das Encantadas. O acesso é facilitado por uma ponte suspensa entre as pedras. A vista é deslumbrante, principalmente com mar revolto.


O outro lado da ilha

Para chegar ao outro lado da ilha e conhecer os pontos turísticos históricos, como o Farol das Conchas, construção de 1872, e a Fortaleza de Nossa Senhora dos Prazeres ou Fortaleza da Barra, erguida entre 1767 e 1769, é preciso enfrentar uma trilha que envolve subida de morros e caminhada na praia. Uma papete auxilia muito no trajeto, pois protege os pés das pedras e facilita a caminhada. Protetor solar, câmera fotográfica, água e lanches também são companheiros inseparáveis nesse longo trajeto, pois há poucos restaurantes e bares pelo caminho.

A partir da Praia de Encantadas, o percurso até o farol é de aproximadamente duas horas. De lá até a Fortaleza, os aventureiros fazem mais uma hora de caminhada na beira da praia. O esforço físico vale a pena, pois, a cada morro e pedras ultrapassadas, a paisagem é de tirar o fôlego.

Ao sair do trapiche de Encantadas, a primeira praia é a do Mar de Fora. Com ondas fortes, é ótima para surfistas. Na sequência, é preciso enfrentar o morro do Sabão, que tem esse nome porque a subida íngreme é bem escorregadia. Porém, quem chega na Praia do Miguel encontra ondas também propícias ao surf,  muitas conchinhas e água limpíssima. Vale a pena dar um mergulho para continuar a caminhada.

Para chePraia de Foragar à Praia Grande, também com ondas fortes, é necessário passar por entre um conjunto de rochas. Por isso, é interessante levar mochilas pequenas em vez de bolsas de praia. É bom ter as mãos livres para se apoiar quando for necessário. No final do areal, há um caminho que leva ao farol. Aí, é hora de enfrentar uma escadaria que lembra a da Igreja da Penha, no Rio de Janeiro. Não desanimem! Conforme vão subindo, a paisagem da ilha vai ficando cada vez mais bonita. Nesse ponto, é possível ver as praias de leste e oeste e a fortaleza ao fundo. Uma beleza!

Depois da descida, o conselho é se jogar nas águas tranquilas da Praia do Farol para relaxar. É uma verdadeira piscina. Bem na metade do caminho entre o farol e a fortaleza fica a Praia do Istmo, uma faixa de areia que liga as porções norte e sul da Ilha do Mel. O final da praia dá acesso à fortaleza, construída para proteger a Baía de Paranaguá por determinação do rei de Portugal Dom José. Nos fundos, há ainda uma trilha de acesso a um mirante, que fica trezentos metros acima. Haja fôlego!


Passeios de barco, bike e artesanato local

Quem não tiver pique para fazer o caminho de volta pode pegar um barco no trapiche de Nova Brasília, que fica bem perto da Praia do Istmo. Há embarcações ligando Nova Brasília e Encantadas a cada meia hora. Nesse povoado, além de restaurantes e pousadas, as visitantes encontrarão uma feirinha de artesanato local. Vale a pena dar uma olhada. Quem fica instalado em Nova Brasília pode alugar uma bike e ir até o farol (20 minutos) e a fortaleza (40 minutos) pedalando. O caminho inverso da trilha para chegar à Gruta das Encantadas é uma boa pedida para quem gosta de caminhar.Praia do Miguel

Também há passeios de barco para a Baía dos Golfinhos. A embarcação contorna a porção norte da ilha, onde fica a reserva ecológica. Durante o passeio, que dura mais ou menos cinco horas, é possível ver grupos de golfinhos nadando próximos ao barco. Baleias também podem dar o ar da graça. O passeio custa R$ 30. Há duas paradas: uma para almoço e outra para banho.

A ilha tem boa infraestrutura e conta com mais de quarenta pousadas, restaurantes, supermercados, lojas de souvenir e artigos de praia. Apesar de haver dois postos de saúde, nas praias de Nova Brasília e de Encantadas, não há farmácia ou bancos. Portanto, é importante levar seus próprios medicamentos e dinheiro em espécie.


DICAS ESPERTAS:

Melhor época para visitar
Dezembro a fevereiro.


Noite romântica
Apesar de todos os bares e restaurantes da praia terem luz elétrica, não há iluminação pública, o que torna o ambiente muito divertido e romântico. O vaivém de lanternas dá um charme todo especial ao local (leve a sua!). É como se a praia fosse tomada de vagalumes. Além disso, o ambiente fica bem aconchegante para os casais apaixonados, que podem dançar na beiradinha da praia, com música MPB de fundo. Também há opções de bares com cheirinho de mato nas trilhas. Imperdível para quem gosta de curtir juntinho o céu estrelado.

Trilha, Brasília
Não esqueça!
Como o passeio na ilha exige andar por trilhas e fazer longas caminhadas, vale levar alguns utensílios que podem ajudar durante a viagem:

- Mochila pequena para as caminhadas (em vez de bolsa de praia)

- Papete ou tênis

- Protetor solar

- Repelente de insetos

- Medicamentos próprios

- Lanterna

 
Como chegar
A partir de Curitiba, há duas opções para chegar à Ilha do Mel. É possível ir de carro ou ônibus até Paranaguá, que fica a 91 quilômetros da capital paranaense, ou até Pontal do Sul, a 97 quilômetros de Curitiba, e a travessia de barco até a ilha dura 30 minutos. De Paranaguá até a Ilha do Mel, a travessia é de mais ou menos 1h30, com barcos somente às 8h30, 9h30, 15h e 16h30, na alta temporada. Quem vai de ônibus até Pontal deve comprar a passagem até o ponto de travessia para a Ilha do Mel, pois a rodoviária é antes do atracadouro. É melhor chegar ao lugar com a passagem de volta comprada. Assim, não é necessário se deslocar até a rodoviária para pegar o ônibus. Quem vai de carro até Pontal pode deixar o veículo nos estacionamentos próximos ao trapiche.


Onde ficar
As tarifas são para o período de alta temporada, de dezembro a fevereiro. Todas as pousadas elencadas oferecem internet wi-fi.Grajagan Surf Resort

Brasília

Grajagan Surf Resort
Localizado na Praia Grande, o point do surf, é ideal para quem quer praticar esse esporte e descansar. A pousada possui chalés, suítes e áreas comuns com decoração e temas sustentáveis. Conta com bar, restaurante e sala de jogos.
Tel.: 41/ 3426-8043 ou 41/ 3426-8165
Diária: suíte R$ 390 a R$ 620 (2 pessoas); chalé R$670


Pousada das Gêmeas 
Com decoração clean e redes para todos os lados, a pousada fica na Praia de Fora, ótima para a prática de surf, bem ao lado do Farol das Conchas. Não possui restaurante ou bar.
Tel.: 41/ 3426 –8106 ou 41/ 9865-6993
Diária: suíte R$280; quarto triplo R$420


Pousada das Meninas
As construções em madeira em meio à vegetação dão um ambiente rústico e original à pousada, que fica na Praia do Farol. Possui bar, restaurante e sala de jogos. Oferece café da tarde.
Tel.: 41/ 3426-8023
Diária: suíte R$ 230; chalé R$ 280 para casal ou R$ 125 por pessoa (até seis hóspedes)


Pousada Enseada das Conchas
Quartos ambientados conforme a cromoterapia, nas cores amarelo, azul, verde e laranja. Fica na Vila do Farol. Possui bar, mas não restaurante.
Tel.: 41/ 3426.8040 ou 41/ 9236.2325
Diária: suíte R$ 220; quarto triplo R$ 370

Encantadas

Caraguatá Pousada
Em meio ao verde e aos pássaros, as acomodações são em apartamentos em madeira, bem equipados. Outro destaque é o café da manhã, com frutas e bolos diversificados. Não possui bar nem restaurante.
Tel.: 41/ 3426-9097 ou 41/ 9998-7770
Diária: de R$ 230 a R$ 270 por casal


Pousada Estrela do Mar
Além de bar e restaurante, a pousada conta com barco e lancha próprios para passeios ao redor da ilha e receptivo em Pontal do Sul, com embarcação própria para a travessia até a Ilha do Mel.
Tel.: 41/ 3426-9013 ou 41/3455-3127 ou 41/ 9978-2010
Diária: casal R$ 280; triplo: R$ 420


Fim da Trilha Pousada e Restaurante
O lugar faz jus ao nome. Escondido em uma pequena trilha, a pousada e o restaurante têm um ambiente acolhedor. Os apartamentos são funcionais e o restaurante tem decoração colorida, com mesas cobertas por toalhas de chita e sofisticação nos pratos decorados.
Tel.: 41/ 3426-9106 ou 41/ 3426-9106
Diária: R$ 250 por casal


Pousada e Hostel Marimar
Com uma área de descanso de frente para o mar, a pousada possui quartos de casal e coletivos para alberguistas e cozinha comunitária. Há bar e salão de jogos, além de farto café da manhã com frutas e bolos variados.
Tel.: 41/ 3426-9052
Diária: casal R$ 135; quarto coletivo: R$ 45


Pousada Orquídeas
Com pequenas casas de madeira, a pousada oferece serviço de bar e restaurante, além de playground. Há decoração especial para casais em lua-de-mel.
Tel.: 41/ 3426-9014 ou 41/ 9975-8344
Diária: casal R$ 210; triplo: R$ 260

 

Onde comer

Luz Verde Bar
Sucos, bebidas, refeições e sanduíches regados a música MPB ao vivo nos finais de semana, na beira da praia.
Praia das Encantadas. Tel.: 41/ 3426-9156

Fim da Trilha Restaurante
De panquecas a paellas, o cardápio é sofisticado e o ambiente à meia luz deixa o clima romântico.
Praia das Encantadas. Tel.: 41/ 3426-9017


Restaurante Eclipse
A dica é experimentar as saladas, porções de peixe e camarão, e também sanduíches. O bar, que fica pertinho do trapiche das Encantadas, também tem mesas de sinuca.
Praia das Encantadas. Tel.: 41/ 3426-9022


Barranco Bar e Restaurante
Com som ao vivo aos fins de semana, o bar, em frente à praia de Fora, oferece porções bem servidas de camarão e fritas.
Praia de Fora. Tel.: 41/ 3426-8176


Restaurante Mar e Sol
Moquecas, carnes nobres e frutos do mar fazem parte do cardápio do restaurante, que serve delícias desde 1998.
Praia do Farol. Tel.: 41/ 3426-8021


Praça de Alimentação
No Mar de Fora, um casarão solitário no meio da restinga concentra 5 restaurantes à escolha do turista: Caribe, Kuka Fresca, Estrela do Mar, Lagosteiro e Tia Lenita.


CONTEÚDO CORTESIA da revista online Viagens e Rotas. Saiba mais sobre a revista através do FacebookTwitter e do Instagram. Confie no que lê na revista online Mulher Viajante.

Fotos: Vista aérea da Ilha do Mel (primeira foto). Gruta Encantada (segunda imagem, à direita). Praia de Fora (terceira foto, à esquerda). Praia do Miguel (quarta imagem, à direita). Trilha em Brasilia (quinta foto, à esquerda). Grajagan Surf Resort (última imagem).

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.