Por: Stéphanie Boccomino

É incrível como a música tem poder sobre nós. Quem nunca se animou com aquela canção preferida? Associou determinado ritmo com alguém especial ou com alguma viagem inesquecível? Ou ainda relaxou ao som de uma melodia tranquila? O efeito da música pode trazer benefícios para o corpo, a alma e, claro, na experiência de um destino.

De acordo com estudos divulgados pelo American Music Therapy Association (AMTA), dos Estados Unidos, e pela World Federation of Music Therapy (WFMT), em Gênova, Itália, é perceptível as alterações que a música causa no nosso corpo. Dependendo do ritmo que ela segue, nossa respiração se torna mais ofegante ou lenta, nossa pressão sanguínea aumenta ou diminui e os batimentos cardíacos se aceleram ou retardam. Além disso, ela está diretamente associada ao sistema límbico, unidade responsável pelas emoções e comportamentos sociais, contribuindo também para o aumento da produção de endorfina e serotonina, que conferem sensação de prazer.

Marina Reichenberger, formada em Terapia de Arte Expressiva na Universidade de Lesley, em Boston, Massachusetts, nos Estados Unidos, fez um estudo sobretango em buenos aires como a música pode ser usada para desencadear memórias emotivas. A música escolhida para o exercício foi a bossa nova. “No momento que começou a tocar a música brasileira, já me bateu saudosismo, acompanhado de um sentimento de aconchego e conforto. Me senti, naquele momento, em uma sala em Boston, como se estivesse no aconchego de casa. Aí sim, vemos o quanto a música pode nos transportar para um outro canto do mundo!”, conta a psicóloga.

Daí que a música pode ser uma poderosa aliada numa experiência de viagem. Se conseguirmos desligar o aparelho de som e absorver os ritmos locais, voltamos para casa com uma bagagem cultural infinitamente mais rica. Ou podemos também potencializar essa experiência levando trilhas sonoras que caem como uma luva. Imagine-se passeando tranquilamente no calçadão do Rio de Janeiro ao som de uma bossa nova despreocupada, como Garota de Ipanema. Olhando as vitrines elegantes dos Champs-Elysées ouvindo uma chanson clássica de Edith Piaf. Fazendo fila na Broadway e cantando animadamente New York, New York, de Frank Sinatra. Fazendo aulas de tango numa casa noturna em Buenos Aires. Tudo ganhará um novo significado. E, voltando para casa, quando essas músicas tocarem  de novo, você será transportada para o outro lado do mundo – e para uma agradável sensação de bem estar.


Como escolher sua trilha sonora


É pela relação entre a música e a memória, a emotividade e os seus efeitos físicos que a musicoterapia é usada para tratar não só condições psicológicas (estresse, ansiedade e depressão) como físicas, em pacientes com doenças crônicas, no alívio de sintomas da hipertensão e também do câncer, por poder baixar a pressão arterial e os níveis cardíacos.

Ao contrário do que muitos pensam, não há uma seleção de músicas específicas para relaxar, animar ou até ajudar a se concentrar melhor. O repertório pode ser extenso, passando de jazz, blues ao MPB e rock, de acordo com a escolha do paciente e sua associação com sentimentos e experiências.Músicas estimulam a memoria

Por isso é que a sua trilha sonora de viagem deve obedecer aos seus próprios critérios. Não há vergonha nenhuma em cair em clichês - colocar para tocar um merengue no seu passeio na Republica Dominicana, um reggae de Bob Marley na Jamaica e um fado em Portugal. Como também não há problema em procurar ritmos novos no seu destino de viagem. O mais importante é você trazer um souvenir único: o som que vai fazer você sorrir quando menos esperar.

Para ajudar você na busca de novos ritmos, o Superplayer é um site brasileiro de listas de reprodução de diversos estilos musicais, mas não como qualquer um. Nele, não só você pode escolher o tipo de som que quer ouvir, mas também escolher a trilha que casa com o seu estado de espírito – tem até “homesick for Brazil”, para quem está morando no exterior. Ou ligar o ritmo com a atividade que você está fazendo, entre elas “cantando no chuveiro”. Se você quiser se atualizar antes de colocar o pé na estrada, ouça a categoria “as 20 mais tocadas no mundo”, para saber o que está passando lá fora. Não é necessário fazer nenhum tipo de cadastro ou assinatura, basta apertar o play e curtir!


Fotos: Shutterstock.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.