Por: Natasha Sá Osório

Você é amante de coquetéis e tem vontade de conhecer os melhores bares de Buenos Aires? Pois saiba que fazer um bom coquetel é como fazer alquimia: trata-se de transformar matérias-primas em néctares divinos que varrem os nossos sentidos e transformam um simples evento alcoólico em um absolutamente agradável, com um toque de glamour. Aqui estão seis lugares que vão com certeza trazer-lhe a melhor experiência.

Estes bares têm os melhores coquetéis da cidade, mas se você prefere experimentar os drinks mais queridos pelos porteños (o vinho Malbec, o licor amargo Fernet ou a cerveja Quilmes) não deixe de visitar estes aqui listados; só fique atenta para saber quais não oferecem estas opções.

 

Gran Bar DanzonGran Bar Danzon
Endereço: Libertad 1161

Este é um bar de longa data que tem tudo: ele combina os premiados e divinos coquetéis com pratos deliciosamente saborosos, um ambiente descolado e um serviço impecável. Escondido no primeiro andar de um prédio no movimentado bairro de Retiro (perto da Avenida 9 de Julho), você seria perdoada se passasse na frente sem ver.

O balcão longo, com luzinhas laranja é convidativo, enquanto o relaxado lounge
é separado da sala de jantar. O coquetel Santiago goes to Chicago é vencedor do prêmio Bacardi Legacy Cocktail, mas o cardápio também possui 16 outras bebidas que foram inventadas pela equipe de barmen experientes. A seleção de martinis é ampla, com clássicos como o Cosmopolitan e o Martini de Maçã, mas também há seis variações do mojito e variantes de Daiquiri e coquetéis de Negroni. A lista de vinhos vem em um iPad na área do restaurante e certifique-se de combinar as bebidas com algumas das comidinhas que são muito gostosas!

Faixa de preços dos cocktails: $ 51 a $ 69.*

Dicas espertas:
tem happy hour (2-por-1 das 19h às 21h de segunda a sexta e das 20h às 22h aos sábados). Patan Vidal toca jazz ao vivo, das 19h às 21h30 às quartas e quintas. Às sextas e sábados o DJ Pablo Bettencourt sacode o ambiente. Abre de segunda a sexta a partir das 19h; sábados e feriados a partir das 20h.


Mais lidas:
Roteiro a pé em Buenos Aires
Os 5 melhores lugares para viajar a dois
Compras espertas na capital da moda


8878 bar78 Bar
Endereço: Thames 878

878 tem um ambiente intimista mas elegante. As paredes de tijolo combinam com os sofás de couro, os assentos de madeira, as mesas à luz de velas e um bar que possui tiras embutidas de luz. Sim, este lugar cuida de cada detalhe. 878 é outro apologista do carte du vin
em iPad, mas é o menu de coquetéis (e sua variedade de uísques de qualidade, possivelmente o maior em Buenos Aires), que impressiona. A escolha é infinita, desde o Mojito comum a combinações mais complexas. Sua bebida mais popular é o Refresco N˚ 1, um drink frutado e agridoce, feito de saquê, limão, maracujá e ervas. O coquetel veio originalmente do famoso restaurante Gaucho Grill, em Londres, e é suave e fácil de beber. Se você está procurando algo um pouco mais exótico, Cherry El Spicy é uma bebida sexy que coloca todo o seu paladar dançando de prazer.

A comida aqui tem bom custo-benefício e alguns garçons falam inglês ou arranham o portunhol. A clientela é eclética, com pessoas da faixa etária entre 25 e 80, numa mistura entre argentinos e estrangeiros. Há também um bar secreto escondido no final do corredor negro onde estão os banheiros, mas na maior parte do tempo ele é ocupado por eventos.

Faixa de preços dos coquetéis: $ 55 a $ 100.*

Dicas espertas:
878 é mais popular às sextas e sábados, mas estas não são necessariamente as melhores noites. As quartas e quintas trazem um público mais relaxado e sua espera para ser servida não será tão longa. Abre todos os dias a partir das 20h.



Olsen barOlsen
Endereço: Gorriti 5870

Este bar é perfeito para o verão por causa do longo pátio ao ar livre à entrada, com trepadeiras na parede, e o interior em plano aberto. Mas, nos dias de frio, uma lareira aquece o espaço.

Olsen tem uma vibe jovem, descontraída e elegante. O urso polar esculpido pela artista Cynthia Cohen que está pendurado em uma das paredes dá a dica da especialidade da casa: comida escandinava e vodkas. Embora eles também sirvam outros tipos de álcool, a seleção de vodkas, com mais de 60 marcas diferentes, é a maior de Buenos Aires.

A bebida mais popular, o coquetel de menta, combina esta erva com hortelã, maracujá e Absolut Vodka embebidos no gelo. É como um sorvete perigosamente exuberante, pois você não sente o sabor do alto teor alcóolico e ajuda a refrescar no calor do verão. Outra boa aposta é o Pink Flamingo, feito de Absolut Ruby Red, uva, pepino e licor Cointreau. Ao contrário de todos os outros nesta lista dos melhores bares de coquetel de Buenos Aires, no Olsen eles não servem bebidas fora do menu. No entanto, para quem tem curiosidade em provar vários coquetéis de vodka, há uma combinação de cinco canapés e cinco shots de coquetel (o 5 +5 ), que é uma espécie de menu degustação.

Faixa de preços dos coquetéis: $ 55 a $ 130.

Dicas espertas:
vá cedo ou reserve com antecedência (4776-7677, ligando de um telefone em Buenos Aires), pois fica lotado aos fins de semana. O brunch de domingo é uma cura celeste para a ressaca ($ 70 a $ 130). Abre de terça a sábado, a partir das 12h e domingos a partir das 10h30.



Casa Cruz barCasa Cruz
Endereço: Uriarte 1658

Majestosas e espessas portas douradas se abrem para revelar o tapete leopardo, um bar em forma oval, luxuosos arranjos florais e uma cortina de veludo preto que separa o bar da sala de jantar. Não há como enganar: o Casa Cruz é um bar elegante.

Ele é mais famoso por sua carta de vinhos: no final da sala de jantar você vai encontrar uma janela de vidro, do chão ao teto, com mais de duas mil garrafas de cerca de 300 rótulos de vinhos de alta qualidade. No entanto, os cocktails são nada menos do que excelentes. As bebidas são servidas na temperatura certa, em soberbos copos de cristal, misturando os melhores ingredientes.

Nós desafiamos a experimentar o drink especial da casa, o Cocktail Noel, bebida de verão que combina uma mistura caseira de Smirnoff Black e pepino fresco, licor de gengibre, suco de maçã e um toque de limão. Se você estiver mais numa de coquetéis doces, o clássico Jill’s Sin é a fusão de maracujá para você.

A clientela é maioritariamente constituída por maiores de 35 anos que vêm à procura de consumir um produto de primeira classe e apreciá-lo.

Faixa de preços dos cocktails: $ 58 a $ 100.*


Dicas espertas:
se você for ao Casa Cruz num encontro romântico ou com seu parceiro, experimente o cocktail Ricardo. Ele mistura Jägermeister, tangerina fresca e Ginger Ale, elevando o sabor de pasta de dentes + álcool a níveis além da imaginação. O drink lhe dará o hálito fresco que você precisa para ter uma boa noite. Abre de segunda a sábado a partir das 20h30. A casa ao lado, bar Isabel, também é uma ótima pedida.



DoppelgängerDoppelgänger
Endereço: Av. Prof. Juan de Garay 500

Talvez você não goste tanto de brilho e glamour e prefira os coquetéis clássicos e antigos, talvez com marcas raras que você não encontrará em outras casas argentinas, como Chartreuse Vert, Parfait Amour, Golwasser e Byrrh. Se for esse o caso, Doppelgänger está lá para você. A um pulo da Plaza Dorrego, este bar tem um visual cru, mas não há nada de simples nas suas bebidas. Aqui, o coquetel é uma ciência em que até mesmo a qualidade do gelo e a velocidade com que se derrete é uma preocupação. A missão do Doppelgänger é servir os clássicos de qualidade, as bebidas de excelências que foram esquecidas nos anos 50 e 60.

A especialidade da casa, o Old Fashion, é feito de uísque bourbon, um xarope feito de açúcar e angostura bitters
(amargo aromático), uma rodela de laranja e, no topo, uma cereja. É um drink único em que cada gole que você toma, um paladar diferente invade sua boca: desde a sensação de ardor do bourbon a um agradável sabor de madeira e depois o acabamento açucarado. Você pode picar a laranja, dependendo de quão ácida você quer sua bebida.

Os barmen são solícitos e ajudam a escolher caso você não goste de coquetéis ou não saiba o que quer. Eles vão perguntar sobre suas preferências pessoais e, em seguida, servir algo que eles acham que vai estar à altura das expectativas. E se você não gostar, não será cobrada pela bebida!

A maioria dos clientes é argentino, com muito poucos estrangeiros. Entre e socialize!

Faixa de preços dos coquetéis: $ 52 a $ 87.*

Dicas espertas:
este é um lugar para amantes de coquetéis, por isso não espere encontrar vinho, cerveja ou refrigerantes, porque você simplesmente não vai encontrá-los. Abre de terça a sexta a partir das 19h e sábados a partir das 20h.

 

Frankps barFrank’s
Endereço: Arévalo 1445

Chegando no endereço dado, você encontra uma grande porta de metal preta. Toque a campainha e um segurança perguntará: "Você tem um convite?" Está tudo bem se não tiver. Então, ele vai querer saber qual é a senha secreta para entrar. Ao dizer a senha (leia as “dicas espertas” para saber como encontrar a senha), ele abrirá a porta e lhe dirá uma segunda senha numérica. Do outro lado há uma sala vazia, apenas com uma cabine de telefone. Sim, você se encontra no lugar certo. Vá até ela, levante o fone e digite o que foi dito à entrada. Magicamente, uma porta abrirá, dando acesso ao bar secreto mais hype de todo Buenos Aires: Frank’s, um espaço inspirado nos botecos escondidos de Nova York e Chicago durante os anos de Lei Seca nos Estados Unidos (1920-1933), que proibiam a venda de álcool.

O salão tem lustres magníficos, acabamentos em madeira e tijolo, barmen elegantes, e um mezanino que ajuda a ver o movimento. Os drinks são feitos com frutas da estação e não contêm sabores artificiais, já que a filosofia do bar promete bebidas iguais aos dos“anos de ouro” dos coquetéis. Lá você vai encontrar o melhor Manhattan (uísque, vermute e amargos) de Buenos Aires.

Não vá embora sem dar uma espiadinha no sex shop que se encontra no corredor que liga a entrada ao salão, com brinquedos, lingerie, acessórios e óleos comestíveis.

Faixa de preços dos coquetéis: $ 50 a $ 90.*

Dicas espertas: você encontrará pistas da senha de entrada nas mídias sociais do bar. Por vezes o segurança não dá uma segunda senha e basta levantar o fone do orelhão para entrar. Vista-se com classe: o Frank’s é um lugar para ver e ser vista. Vá cedo e não se delongue, pois quando lota a espera por uma bebida pode ser desesperadora. Abre quartas e quintas, das 21h às 03h; sextas e sábados das 21h às 04h.

* Todos os preços estão em peso argentino e foram apurados no momento de publicação. Buenos Aires sofre de muita alteração de preços. Saiba como contornar a crise na Argentina e curtir sua viagem.
Fotos: divulgação.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.