Por: Natasha Sá Osório

Muita gente não tira o sonhado ano sabático de volta ao mundo por temer que ele estrague a carreira. Ou, na hora da entrevista de emprego, tem medo de mencionar suas viagens para não parecer “preguiçoso”. Saiba como virar o jogo e mostrar que os aprendizados da sua experiência podem ser mais-valias para a empresa que você quer se candidatar.


Viajar requer organização, liderança e flexibilidade
Fazer o orçamento, marcar as passagens, checar a temperatura e fazer a mala de acordo, verificar a necessidade de vacinas e visto, controlar gastos e registrá-los, fazer gestão do tempo de roteiro, decidir percursos... Você precisou ser organizada e mostrar liderança para planificar sua viagem. Quando perguntarem a você, numa entrevista de emprego, para dar um exemplo de flexibilidade, conte como você lidou no momento em que seu voo foi cancelado ou quando roubaram seu passaporte no exterior.

Sua experiência mostra independência e pensamento criativo
Se eles procuram alguém criativo e perseverante, conte que você usou o frisbee como prato numa árdua trilha de três dias. Se você viajou sozinha ou sem a ajuda de uma agência, essa é uma forma de mostrar como você consegue atingir seus objetivos de forma independente e sem precisar de supervisão.

Mais lidas:
Decoração inusitada colore calçadão em Portugal (fotos)
O primeiro homem que visitou 201 países sem viajar de avião
Hotéis com restaurantes estrelados

Você tem fluência em idiomas e destreza de negociação
Você não tem amigos do mundo todo sem falar pelo menos outro idioma, algo que você pode praticar mesmo viajando dentro do Brasil, conhecendo outros turistas. E também não fez boas compras sem barganhar com os vendedores do mercado de Jam el Fna, em Marraqueche. Essas são habilidades que podem distinguir você de outros candidatos.
Mulher no aeroporto
Sua cultura geral e respeito por outros costumes são comprovados
Ninguém viaja sem ler sobre o lugar antes de ir e também perguntar às pessoas locais (nem que seja o guia ou o concierge!) sobre os costumes e a história do destino. Mostrar que você está preparada para falar sobre horizontes fora da sua própria cidade e lidar com outros povos pode ser o passo que você precisava para aquela promoção que você quer tanto.

Você obteve experiência prática ou tomou uma decisão objetiva durante a viagem
Esses são ótimos argumentos em qualquer situação mas sobretudo se você estiver planejando mudar de carreira. Decidiu que não aguenta mais a vida corporativa e quer ser instrutora de mergulho depois que viu o fundo do mar em Bonito? Que sua capacidade de relações internacionais pode ser maior que o intercâmbio de seis meses no Canadá? Ou que prefere se dedicar a causas humanitárias após o trabalho voluntário no exterior? Tudo isso mostra que a viagem trouxe a experiência prática que você precisava para escolher o caminho certo. Se, por outro lado, a decisão foi tomada pelo distanciamento físico e emocional do seu cotidiano, isso também é um argumento que pode levar sua carreira – e a sua vida – mais além.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.