Por: Natasha Sá Osório

As ruas organizadas em forma de grade e boa quantidade de atrações fazem da cidade portenha um lugar gostoso de conhecer caminhando. Encontre o mapa com o roteiro no final da matéria.

1. Casa Rosa e Museu do Bicentenário

Início da caminhada – Plaza de Mayo, S/N

A sede da presidência argentina ficou famosa pela varanda de onde Eva Perón se dirigiu ao povo em 1945. Esse momento foi imortalizado no filme Evita. Aos finais de semana, é possível fazer visita gratuita à Casa Rosada. Logo atrás do edifício está a entrada do Museu do Bicentenário, onde se destacam as ruínas do antigo forte de Buenos Aires, além de uma coleção de objetos e vídeos que explicam a história da cidade.

2. Praça de Maio 

50 metros, 1 minuto de caminhada – Plaza de Mayo, S/N
Continue seu passeio desvendando a Praça de Maio. Ela é o coração do centro. A Pirâmide de Mayo desponta no meio e celebra a revolução que culminou na independência do país. Todas as quintas-feiras, membros da ONG Mães da Praça de Maio circulam em protesto, exigindo informações soCatedral Metropolitanabre seus filhos desaparecidos durante a ditadura militar.
 
3. Museu do Cabildo e da Revolução de Maio 

50 metros, 1 minuto de caminhada – Plaza de Mayo, S/N
O circuito da Praça de Maio continua com a visita a um edifício singular, o Cabildo. Isto é, o antigo centro administrativo da colônia espanhola, no século 18. É fácil identificá-lo pela fachada imaculada, de um branco reluzente. Aí se deram os primeiros passos para a independência da Argentina e hoje se encontra um museu com artigos relacionados à revolução.
 
4. Catedral Metropolitana 

50 metros, 1 minuto de caminhada – Plaza de Mayo, S/N
Antes de subir a avenida diagonal Presidente Roque Sáenz Peña para entrar na Calle Florida, dê uma olhada na Catedral Metropolitana, que abriga o túmulo de um herói argentino, o general José de San Martín, líder do processo de independência. Sua beleza encanta, graças ao domo do século 18 e à fachada neoclássica, erguida no século 19.
 
5. Rua Florida 

280 metros, 4 minutos de caminhada – Calle Florida
O calçadão das compras passou por um período de declínio, mas recentemente recuperou seu charme graças à retirada dos vendedores ambulantes. Seu ponto mais belo está nas Galerías Pacífico, com suas paredes repletas de pinturas, e no grande outlet Falabella, onde o sistema tax free permite comprar sem pagar impostos.
Lojas da Avenida Alvear
6. La Recova de Posadas

1,7 km, 25 minutos de caminhada – Posadas 1069, logo abaixo do viaduto Arturo Illia
Contorne a praça Libertador San Martin pela Avenida Santa Fé (evite atravessar a praça ao anoitecer, que é propícia a roubos). Assim você chega à La Recova. Essa ruazinha ostenta as melhores relojoarias da cidade e é cheia de restaurantes. Apresenta gastronomia variada, mas a pedida é a suculenta parrilla (churrasco) do restaurante El Mirasol.
 
7. Lojas da Avenida Alvear

230 metros, 3 minutos de caminhada – Avenida Alvear, S/N
Seja bem vindo à Paris da América Latina. A Alvear é uma avenida com arquitetura que lembra a capital francesa, repleta de lojas de alto luxo, como Cartier e Hermès. O embargo às importações fez com que muitas fechassem as portas, mas a rua mantém o seu encanto. Vale visitar a Cardón, que vende sapatos e bolsas ou, ainda, o elegante Patio Bullrich, um shopping de alta categoria que fica logo ali ao lado, na avenida Posadas.
 
8. Plaza Francia 

800 metros, 12 minutos de caminhada – Plaza Intendente Torcuato de Alvear (conhecida como Plaza Francia), S/N
Nos fins de semana, o gramado fica cercado de barraquinhas com artesanato e há espetáculos de rua e estátuas vivas. É possível Plaza Franciavisitar a basílica de Nossa Senhora do Pilar e o shopping Buenos Aires Design, bom para compras de casa e decoração. Sem contar o Centro Cultural Recoleta, onde há exposições e espetáculos gratuitos. As crianças curtem o museu participativo de ciências, a enorme árvore Ombu e os sorvetes da marca Freddo, na cafeteria Aroma, no extremo da praça. Logo em frente, o café La Biela é um dos mais tradicionais, mencionado na literatura argentina e frequentado por celebridades como o ator americano Robert Duvall.

9. Cemitério Recoleta 

250 metros, 4 minutos de caminhada – Junín 1760 (ao redor da Plaza Francia)
Você já viu um cemitério encantador? Há alguns poucos mundo afora, e o da Recoleta é um deles. Os túmulos são obras de arte e os mortos são celebridades. Entre eles está Eva Perón. Encarar um dos tours gratuitos faz toda a diferença, pois o espaço ganha significado com suas lendas e histórias.
 
10. Palácio Nacional das Artes 

120 metros, 2 minutos de caminhada – Posadas 1725
O fim do passeio é no Palais de Glace – também conhecido como Palácio Nacional das Artes. Ele tem entrada gratuita e apresenta exposições variadas, tendendo aos temas políticos. O espaço já foi uma pista de patinação no gelo e um salão de festas durante a belle époque, o que é fácil de imaginar quando se olha a majestosa cúpula.

Fotos: Casa Rosada (primeira foto). Catedral Metropolitana (segunda imagem, à direita). Lojas da Avenida Alvear (terceira foto, à esquerda). Plaza Francia (última imagem).

Mapa do roteiro a pé em Buenos Aires: centro e bairro da Recoleta


Exibir mapa ampliado

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.