México

Por: Lu Ri Lee


O México é um das melhores destinos para quem busca um pacote completo de opções de lazer, com muita cultura, vida noturna e até tranquilidade. Mesmo estando situado na América do Norte, a cultura é marcadamente latina. Com desertos ao norte e floresta tropical ao sul, a sua capital é uma das cidades mais populosas do mundo. Foi habitado por povos da antiguidade, como os Maias e os Astecas, e, mais tarde, colonizado por espanhóis. Essa mescla resulta numa população miscigenada, com traços indígenas, e construções da antiguidade entre arquiteturas europeias, evidentes nas grandes catedrais e nos casarões coloniais.

Em Palenque, você poderá admirar antigos palácios Maias datados de 600 a.C. em meio a densas florestas habitadas por papagaios barulhentos e macacos. Em Guadalajara você dará de cara com a origem das maiores tradições mexicanas, como a tequila, a música mariachi, os sombreros, o rodeio mexicano (a chamada charreada) e a dança típica, o jarabe tapatío.Riviera Nayarit

Os 10 mil quilômetros de costa mexicana podem ser aproveitados de ponta a ponta. Cada vez há mais novos destinos chamando a atenção do público. Los Cabos tem recebido prêmios internacionais pelos seus hotéis de luxo e restaurantes de alta qualidade. É considerado o favorito de renomados chefs de cozinha em busca de cursos e até mesmo festivais gastronômicos locais. Os mercados ao ar livre são uma atração à parte para quem é apaixonado pelos temperos. Já Riviera Nayarit tem sido descoberto pelas estrelas de Hollywood, que preferem as suas praias discretas às noites que não acabam em Cancun. O destino preferido dos jovens americanos também não perde pelos sítios arqueológicos. Em Puerto Vallarta todas as horas são ótimas para relaxar nos sofisticados resorts da Bahía de Banderas, beijada pelas águas do Pacífico. Já Acapulco, um dos maiores receptivos de turismo no país, oferece os melhores hotéis, spas e esportes marítimos na badalada praia do Revolcadero. Após um banho de mar e sol, compre souvenires nos pequenos mercadinhos artesanais La Daila, La Diana e NoaNoa, onde você vai encontrar desde camisetas até tequilas artesanais em garrafas enfeitadas com conchinhas.

Uma vez na capitaCidade do Méxicol, Cidade do México, comece pelo roteiro cultural para conhecer a fundo o solo em que você está pisando. No centro histórico da cidade, a Praça da Constituição é a principal da cidade e a quarta maior do mundo. Popularmente chamada de Zócalo, ali já é possível matar três atrações obrigatórias de uma vez. A Catedral Metropolitana, com o seu estilo gótico-neoclássico, é uma construção de 1570 que levou mais de três décadas para ficar pronta. O grandioso Palácio Nacional, localizado a oeste da praça, é a sede do governo mexicano. Um visita guiada dentro do palácio vale a pena sobretudo para ver os grandes murais de Diego Rivera, o companheiro da artista Frida Kahlo. O último das três principais atrações da Zócalo é o Museu Templo Mayor, que é um dos mais importantes do México. Ali, é possível ver de perto os objetos usados para sacrifícios, festas e rituais de adoração aos Deuses do povo asteca.

Após explorar o museu, sua sede por mais conhecimentos sobre os povos da antiguidade estará a mil por hora. Vá até o Terminal Rodoviário onde são vendidas passagens baratas até Teotihuacán, um sitio arqueológico declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Fica apenas a 40 quilômetros da capital e os veículos são confortáveis. Lá você verá as ruínas da maior cidade da época pré-colombiana da América.  A sua maior pirâmide, a Pirâmide do Sol, é a terceira maior do mundo e a segunda do país, atrás da Tepanapa, em Cholula. Não só pela grandiosidade das suas construções, é legal compreender o verdadeiro legado cultural que estes povos deixaram. A maior avenida de TeotihuaTeotihuacáncán, a Avenidade dos Mortos, tem traços similares às grandes vias dos dias de hoje.

Ir à Cidade do México e não visitar a Casa Azul é um pecado contra a cultura e arte. Afinal, esta é a antiga casa de uma das artistas mais importantes de todos os tempos, Frida Kahlo. Conhecida pelas pinturas que buscavam ilustrar a sua própria dor e, muitas vezes, o autoretrato, Frida foi uma das caras da revolução mexicana de 1910. Manteve relação de amizade com outros intelectuais como Pablo Neruda, Picasso e Trotski.

Não saia da capital sem conhecer a animada noite mexicana. Os bairros de Condesa, Roma e Coyoacán oferecem os melhores bares e restaurantes da cidade, além de badaladas festas.

Considerada umas das culinárias mais ricas do mundo, a gastronomia mexicana é rica em texturas e sabores acentuados. Mistura os ingredientes andinos dos astecas, como feijão e milho, com produtos trazidos pelos espanhóis, que introduziram o arroz e as especiarias asiáticas, assim como as carnes bovina, suína e de aves. Lá você encontrará comidas que já conhece, como fajitas, tacos, nachos e burritos, entre outros populares no mundo inteiro. Mas não fique apenas por aí. Aventure-se em conhecer outros pratos menos "internacionalizados" e conheça as comidas locais. Comece pelos pratTamalos feitos de huitlacoche, um fungo que aparece nas espigas dos milhos, consumido desde a época pré-colombiana. Preste atenção nos cardápios e você vai ver muitas opções com o fungo, como nachos e pizzas. Você também pode  experimentar o tamal, uma massa originária dos povos maias que é embrulhada em folhas de bananeira, milho ou mandioca, recheada com carne, vegetal ou doces e é cozida. Tradicionalmente, a comida mexicana é bastante apimentada. Uma dica para quem não gosta de muito tempero é pedir ao garçom para maneirar na pimenta. Para beber, não se limite às tequilas. Experimente também o mezcal, uma bebida à base de agave, planta endêmica do México, que se diferencia da tequila pelo seu gosto mais forte e uma única destilação.

Como circular na Cidade do México e no resto do país: o congestionamento constante na capital faz jus à sua fama, que é agravada pela má sinalização das ruas e avenidas. Mas as maiores atrações se localizam perto umas das outras, por isso será mais fácil – e, muitas vezes, mais rápido - andar a pé, do que de carro ou ônibus. Para chegar a lugares distantes dentro da cidade, use o metrô, que tem 11 linhas. No caso de se deslocar para outras regiões, prefira viajar de ônibus ou pegar voos domésticos, pois alugar um carro pode ser perigoso devido às estradas precárias e perigosas.

Como chegar no México: há voos diretos de São Paulo para a Cidade do México com a Tam e a Aeromexico, sendo preciso fazer escala na capital para chegar em outros destinos do país.    

Fotos: Palenque (primeira imagem). Riviera Nayarit (segunda imagem, à direita). Cidade do México (terceira foto, à esquerda).  Teotihuacán (quarta foto, à direita). Tamal (última imagem).

População: 116,9 milhões

Capital: Cidade do México

Moeda: peso mexicano

Idioma: espanhol

Fuso horário: há quatro fusos horários distintos no México, sendo que a maior parte do país e dos pontos turísticos, situados no centro e lado leste, têm -3h em relação a Brasília durante o verão do hemisfério sul e -2h no inverno. Veja a hora exata e a localização dos fusos horários

Clima: tropical ao sul e temperado desértico ao norte. Há variações climáticas também de acordo com a altitude, sendo que nas regiões altas, como na Cidade do México (a 2420 metros), há bastante precipitação no verão e nas regiões mais altas ainda (acima dos 2800 metros) as temperaturas são baixas ao longo de praticamente todo o ano. As zonas costeiras são sempre quentes e úmidas, sendo preferível visitar durante a primavera e o inverno (entre novembro e abril), já que no verão chove bastante e há mais risco de ciclones

Visto para turismo: até 90 dias não é necessário

Vacina: nenhuma obrigatória, mas recomenda-se tomar as vacinas do tétano, tifóide e hepatite A

Segurança: evite a região da fronteira com os Estados Unidos e situações de risco, como o envolvimento com drogas. Embriaguez excessiva e passeios noturnos na praia a tornarão um alvo fácil para roubos. Antes de viajar,informe-se sobre a situação no país

Emergência: ambulância 065, polícia 066 e bombeiros 068. Embaixada do Brasil na Cidade do México: Lope de Armendáriz 130, Colonia Lomas de Virreyes, Delegación Miguel Hidalgo C.P. 11000, México, D.F. Tel.: +52 (55) 5201-4531. Celular de plantão: 04455 9197 8474. Contato: brasemb.mexico@itamaraty.gov.br

Feriados: Ano Novo (1 de janeiro), Dia da Constituição Mexicana (5 de fevereiro), Nascimento de Benito Juarez (21 de março), Dia do Trabalhador (1 de maio), Dia da Independência (16 de setembro), Dia da Revolução (20 de novembro), Transição do Poder Executivo Federal (1 de dezembro a cada 6 anos – a próxima será em 2018) e feriados cristãos. Há outros feriados que variam localmente

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.